Publicação reflete sobre o imaginário alimentar na literatura

Em novo número, “Criação e Crítica” mostra como a mesa e o comer têm sido abordados na obras literárias

Por - Editorias: Ciências Humanas
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

A revista Criação e Crítica, publicação do Departamento de letras modernas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP acaba de lançar seu mais novo número (número 18, 2017)

O atual número traz um tema que atravessa seus 15 artigos, “o cru, com açúcar, o cozido, com afeto: a mesa e o imaginário alimentar na literatura”. Autores e obras literárias tanto brasileiros como estrangeiros são abordados sob as muitas formas e presenças que apresentam da alimentação e do comer.

Duas traduções fecham a edição: a de Um Minimanifesto, texto de George Sanders a respeito de programas de escrita criativa; e também de Formação do Cânone – Ideologia ou Qualidade Estética? de Willie van Peer.

Sendo um espaço para análises que abordem a literatura em seu contexto de produção, circulação e recepção, a revista se propõe também a ser um espaço para pensar “uma crítica cujo foco não seja a interpretação literária”.

Mais informações: e-mail: criacaoecritica@gmail.com ou na página do Facebook da revista.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados