“Pílula Farmacêutica” traz medicamentos que devem ser evitados durante a gravidez

Na categoria de risco dos medicamentos para uso durante a gravidez, existem alguns que oferecem risco ao feto

  • 111
  •  
  •  
  •  
  •  

Na primeira edição do Pílula Farmacêutica desta semana, o tema é uso de medicamentos e gravidez. De acordo com a categoria de risco dos medicamentos para uso na gravidez, existem fármacos que oferecem risco ao bebê, porém, seus benefícios para a gestante justificam o risco, como no caso de doenças graves que ameaçam a vida da grávida. Esses medicamentos estão enquadrados na categoria D.

Contudo, os medicamentos que estão na categoria X podem causar anomalia fetal e seus benefícios não compensam os riscos para o feto, como os anticonvulsivantes, antidepressivos à base de lítio, alguns tipos de hormônios, medicamentos para acne à base de isotretinoína e iodo radioativo no tratamento do hipotireoidismo. Também é necessário tomar cuidado com os fitoterápicos e alguns tipos de chás. O alerta dos profissionais da saúde é que sempre deve ser consultado o médico caso a grávida precise tomar qualquer medicamento durante a gestação.

O boletim Pílula Farmacêutica é apresentado pelos alunos de graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP com supervisão da professora Regina Célia Garcia de Andrade. Trabalhos técnicos de Luiz Antonio Fontana. Ouça, no link acima, a íntegra do boletim.

  • 111
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados