Pesquisador avalia passe e drible de futebolistas no interior paulista

A Escola de Educação Física e Esporte da USP, em Ribeirão Preto, e o biólogo australiano Robbie Wilson avaliam a performance dos jogadores de base do Botafogo Futebol Clube em Ribeirão Preto.

Por - Editorias: Atualidades
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Pesquisador analisa como os atletas de futebol brasileiro agem na hora de um ataque ou um drible – Foto: Arquivo pessoal Robbie Wilson / EEFERP

Especialista australiano afirma que ações de presas e predadores no reino animal têm relação com táticas esportivas dentro de campo e analisa desempenho de jogadores do Botafogo Futebol Clube, no interior paulista.

A relação entre as fugas das presas e o ataque de predadores no reino animal, em comparação com situações dos esportes coletivos de invasão, é uma das principais temáticas abordadas pelo biólogo australiano Robbie Wilson. O pesquisador está em Ribeirão Preto para uma série de atividades, em parceria com a Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP) da USP, entre elas análises de performance de jogadores de futebol.

Nas análises, serão observados como os atletas de futebol brasileiro agem na hora de um ataque em campo ou um drible. “O sucesso da sobrevivência em relação à presa e predador está na velocidade, mas uma outra variável vem se mostrando eficaz no futebol: os atletas que têm a capacidade de mudar a direção rapidamente durante o jogo apresentam maior efetividade na hora de driblar um oponente, assim como os animais na hora de fugir ou atacar”, diz o professor Paulo Roberto Santiago, da EEFERP, que recepciona o pesquisador australiano em Ribeirão Preto e também é colunista da Rádio USP.

As análises na cidade acontecem com os jogadores de base do Botafogo Futebol Clube (BFC) e tiveram início na última segunda-feira, 19 de março, devendo prosseguir até o final do mês. Segundo o professor Paulo Roberto Santiago, na primeira fase de testes foram analisados “dribles em zigue-zague, simulando a mudança de direção, chute de bola em barreiras para recepção aleatória e ainda uma nova análise sobre o efeito da velocidade e da agilidade na hora do passe de bola”.

“A vinda do pesquisador Wilson traz um maior aprofundamento no estudo de desenvolvimento dos jogadores. Mesmo tendo maior foco no drible e no passe, também estão sendo analisados o chute, a finalização e o domínio de bola”, relata Santiago.

Palestras  

Além dos estudos, Wilson realiza atividades práticas no campo do Centro de Educação Física, Esportes e Recreação (Cefer) da Prefeitura do Campus da USP em Ribeirão Preto. No dia 28 de março, às 8h30, o pesquisador apresentará a temática em palestras que acontecem no Auditório da EEFERP, Campus da USP de Ribeirão Preto, Avenida Bandeirantes, 3.900, Monte Alegre.

Mais informações: telefone (16) 3315-0523 ou e-mail eeferp@usp.br  

Por: Thainan Honorato

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados