Perda de arquivos do Myspace apaga parte da história cultural

Cerca de 50 milhões de áudios se perderam em razão de problemas na migração de servidores

  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  

No dia 17 de março passado, a rede social Myspace anunciou em seu site que, em razão de problemas ocorridos durante uma migração de servidores, tudo o que estava arquivado ali havia mais de três anos poderia não estar mais disponível. Isso representa a perda de cerca de 50 milhões de arquivos de áudios, além de vídeos e fotos, produzidos entre 2003 e 2015, incluindo os primeiros registros de artistas famosos, como Justin Bieber, Adele e Lily Allen.

“Essa perda de arquivos significa que uma parte da história cultural recente foi apagada”, afirmou a professora Giselle Beiguelman em sua coluna Ouvir Imagens, transmitida no dia 25 de março de 2019 pela Rádio USP (93,7 MHz). Para Giselle, casos como esse mostram que a memória cultural hoje é também uma questão econômica e um serviço e, por isso, “deve demandar algum tipo de código ético”.

Ouça no link acima a íntegra da coluna.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 2
  •  
  •  
  •  
  •