“Diálogos na USP” discute o livro como objeto de desejo

O Instituto Pró-Livro, em parceria com o Itaú Cultural, publicou pesquisa mostrando que boa parte da população lê porque gosta. Mas, os preços dos livros e as recentes taxações foram fatores que dificultaram o acesso a leitura

 Publicado: 10/11/2021
Por

A leitura é muito importante na vida, nos leva a lugares e a épocas diferentes. Durante a pandemia foi uma forma das pessoas poderem passear, mesmo sem sair de casa. O Instituto Pró-Livro, em parceria com o Itaú Cultural, publicou pesquisa mostrando que boa parte da população lê porque gosta. Mas, os preços dos livros e as recentes taxações foram fatores que dificultaram o acesso a leitura. Mas uma boa notícia é que para driblar essa dificuldade está de volta, e com grande força, os clubes de leitura. O mercado literário embarcou nessa tendência e fez ampliar essa nova, velha, forma de ler, agora com influenciadores digitais indicando boas leituras.

Para falar sobre o mercado literário e a retomada dos clubes de livros os entrevistados desta semana são Marisa Midori, professora em História do Livro no Departamento de Jornalismo e Editoração da Escola de Comunicações e Artes da USP, e José Luiz Tahan, 30 anos no mercado editorial, livreiro, proprietário da Livraria Realejo e editor.

O programa Diálogos na USP será transmitido dia 12, às 11h, pelo Canal USP. No programa, o jornalista Marcello Rollemberg recebe especialistas para refletir sobre os fatos de destaque na sociedade.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.