“Pílula Farmacêutica” traz o processo de coleta de sangue na doação

Todo o procedimento de doação leva, em média, 40 minutos; o doador deve estar bem alimentado e descansado

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Para realizar o procedimento, o doador de sangue deve apresentar documento original com foto. Todo o processo, desde o cadastro, passando pela aferição de sinais vitais, testes, triagem clínica, coleta do sangue e o lanche, leva aproximadamente 40 minutos.

O doador deve estar alimentado, mas evitar alimentos gordurosos quatro horas antes do procedimento, e descansado, ter dormido por pelo menos seis horas. Para doar, tatuagens devem ter sido feitas há mais de um ano.

Alguns medicamentos controlados impedem a doação, porém, para receber mais orientações, o interessado em ser doador deve contactar o hemocentro mais próximo para receber informações específicas sobre tratamentos.  

O boletim Pílula Farmacêutica é apresentado pelos alunos de graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP com supervisão da professora Regina Célia Garcia de Andrade. Trabalhos técnicos de Luiz Antonio Fontana. Ouça, no link acima, a íntegra do boletim.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados