Desinteresse gera “abismo” entre resultados científicos e práticas esportivas

Os estudos nunca devem parar, pois práticas específicas exigem especializações, diz Paulo Santiago

Nesta semana, o professor Paulo Roberto Santiago fala sobre um assunto que movimentou as discussões sobre o cenário científico dentro do esporte esta semana, com a entrevista do técnico da seleção brasileira de futebol, Tite, ao Jornal Nacional. Na sua fala, o técnico destaca a importância da formação em educação física e do estudo para se ter uma carreira de “sucesso”.

Para o professor, este é um tema que deve ser constantemente discutido.  “Nós, do ramo, constantemente nos deparamos com pessoas de formação abaixo do exigido e que realizam atividades voltadas para profissionais extremamente qualificados”.

Santiago ressalta que, no esporte,  ainda existe uma grande discussão em relação à utilização dos resultados encontrados em estudos científicos. “Isso se dá, principalmente, pelo fato de os estudos científicos quase nunca chegarem aos praticantes, entretanto, existe uma outra vertente, de que os praticantes não procuram pelos resultados encontrados nos estudos científicos para aprimorar as práticas e isso acaba criando uma lacuna”.  Ouça, no link acima, a íntegra da coluna do professor Paulo Santiago.

Por: Thainan Honorato

Textos relacionados