Centro-direita pode se unificar para derrubar favoritismo de Lula

Para analista político, ex-presidente pode continuar na disputa mesmo se for condenado

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A eleição presidencial de 2018 conta com 14 pré-candidatos e ainda não apresenta um quadro definido. Por enquanto, partidos prospectam alianças e figuras políticas influentes para compor o cenário. Segundo o doutor em Ciência Política pela USP e professor da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH), Humberto Dantas, as pré-candidaturas não significam opção de voto.

De acordo com o especialista, a maioria representa ensaios de partidos que solicitam análises aos institutos de pesquisa para medir a popularidade do candidato. Assim, ele afirma que, muitas vezes, os favoritos de cada sigla poderão ainda ser usados para negociar apoios de outros núcleos políticos por meio da concessão de cargos como o de vice-governador.

Além disso, Dantas aponta que a corrida eleitoral pode gerar diferentes fenômenos. Entre eles, está a possível união da direita em torno da candidatura única de Geraldo Alckmin com o objetivo de vencer Lula. O docente explica, também, que o ex-presidente poderá continuar na disputa mesmo se for condenado e, dessa forma, construir um discurso alinhado às manifestações e sensações de injustiça contra ele. Há, ainda, a possibilidade de o PT lançar outro candidato em até 20 dias antes da eleição, como prevê a lei. Para o professor, isso traria maiores chances de novidade.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou nesta segunda-feira (18) o calendário das eleições de 2018. Os partidos poderão registrar seus candidatos até 15 de agosto, e um dia depois inicia-se a propaganda eleitoral. Além disso, o 1º turno será no dia 7 de outubro. Para acessar o calendário completo, clique aqui

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados