Autoritarismo cresce em todo o mundo, diz colunista

O professor Alberto do Amaral manifesta sua preocupação com esse fato, pelo que representa para a democracia

  • 7
  •  
  •  
  •  
  •  

A preocupação com o aumento dos regimes autoritários, uma tendência que se verifica em todo o mundo, é o tema da coluna desta semana do professor Alberto do Amaral. De acordo com ele, hoje assistimos, tanto na América Latina quanto em várias partes do planeta, a uma reversão da onda de democratização ocorrida nos anos 1990 e início dos anos 2000. “O número de democracias cresceu assustadoramente em relação a ditaduras, em relação aos regimes autoritários, mas agora, tanto no mundo desenvolvido quanto no mundo em desenvolvimento, parece que existe uma reversão das expectativas em relação aos regimes democráticos”, explica o colunista.

O primeiro sinal dessa mudança é o desrespeito aos direitos civis e políticos a que assistimos hoje, em várias partes do mundo. Outro sinal é o fenômeno, cada vez mais crescente, do populismo, que tem como características típicas a colonização do Estado, o clientelismo, o uso discriminatório do legalismo e a perseguição às organizações não governamentais. Tudo isso, diz Alberto do Amaral, repercute diretamente nos pilares do Estado de Direito, os quais são destruídos sem que haja, efetivamente, um golpe de Estado. Trata-se, pura e simplesmente, da destruição interna da democracia. Acompanhe a íntegra da coluna Um Olhar sobre o Mundo pelo link acima.

  • 7
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados