Afeganistão é uma crise sem solução?

O programa “Diálogos na USP” desta semana abordará o conflito no Afeganistão. Como ficará a população com o Talibã no poder e com vários grupos extremistas contra o novo poder instituído no país? O conflito na região torna vulneráveis ainda mais as mulheres e meninas afegãs

 01/09/2021 - Publicado há 2 meses
Por

O Diálogos na USP desta sexta-feira, 3, às 11h, abordará o conflito no Afeganistão. De acordo com Shabia Mantoo, porta-voz da Agência da ONU (Organização das Nações Unidas) para Refugiados (Acnur), “o conflito na região é o que mais afeta mulheres e meninas”. A Missão de Assistência das Nações Unidas alertou que o país deve testemunhar o maior número de vítimas civis em um único ano desde o início dos registros feitos pela ONU.

Para discutir sobre o tema, os convidados desta semana são Felipe Loureiro, professor associado e coordenador do curso de Relações Internacionais da USP e coordenador do Observatório da Democracia no Mundo (Odec-USP), e Aureo de Toledo Gomes – professor de Relações Internacionais da Universidade Federal de Uberlândia.

O programa Diálogos na USP, tradicionalmente apresentado na Rádio USP, agora também está no Canal USP. No programa, os jornalistas Marcello Rollemberg e Luiz Roberto Serrano recebem especialistas para refletir sobre os fatos de destaque na sociedade.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.