Nosso adeus à professora Shirley Silva

Por Rogério de Almeida, professor da Faculdade de Educação da USP

 01/08/2023 - Publicado há 12 meses

A professora Shirley Silva é uma referência importante na área da Educação Especial – Foto: FEUSP

Rogério de Almeida – Foto: Victória Tambara

Shirley Silva faleceu no dia 8 de julho de 2023. Uma perda precoce e inestimável para a USP, para a Faculdade de Educação, para o Departamento de Administração Escolar e Economia da Educação (EDA), para seus orientandos, para seus alunos, para seus familiares, para todos aqueles que conviveram com ela. A professora Shirley Silva é uma importante referência na área de Educação Especial e ocupava, na Pró-Reitoria de Graduação, a função de supervisora das Escolas de Educação Básica e Ensino Técnico da USP, além da vice-chefia do EDA da Faculdade de Educação.

Antes de ingressar na USP, Shirley Silva atuou como professora do ensino médio, professora de educação especial e supervisora educacional em rede pública de ensino municipal. Graduou-se em Pedagogia pela PUC Campinas, cursou o mestrado na Unicamp e doutorou-se no ano 2000 na Faculdade de Educação da USP, com a tese Educação Especial: um esboço de política pública, orientada pela saudosa Professora Emérita Lisete Arelaro, de quem se tornou colega de departamento e amiga, publicando trabalhos em conjunto, como o livro Direitos Sociais, Diversidade e Exclusão. A sensibilidade de quem as vive.

Suas pesquisas ocorreram na área da Educação Especial, na vinculação das questões e debates das deficiências às políticas públicas, tanto educacionais quanto sociais. São numerosas e diversas suas contribuições, abrangendo temas como cidadania, educação inclusiva, políticas públicas, educação e exclusão, direitos humanos, cultura e acessibilidade, em atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Entre suas publicações, destacam-se duas obras que organizou com pesquisadoras parceiras, ambas disponíveis no Portal de Livros Abertos da USP: Diferenças, deficiências e desigualdades: cenários de pesquisas e (Re)Conhecendo a USP: contribuições do ensino, da pesquisa e da extensão no campo das deficiências.

Shirley orientou relevantes pesquisas de iniciação científica, mestrado e doutorado, contribuindo para a formação de professores, pesquisadores e profissionais que atuam no campo das deficiências. Era coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas Diferenças, Deficiências e Desigualdades – Interseções no Campo da Educação (CNPq), que se dedica a explorar as complexidades e intersecções que surgem quando as questões relacionadas às deficiências são colocadas no centro do debate. As situações de deficiência impõem condições precárias de ser e estar para uma parcela significativa das pessoas afetadas, refletindo-se em diferentes formas de vivenciar as relações sociais. A subalternidade e a opressão, juntamente com outros fatores, contribuem para a exclusão das pessoas com deficiência dos processos sociais, daí a importância dos estudos realizados pelo grupo liderado pela professora, não só na geração de conhecimento sobre o tema, mas também na produção de subsídios para políticas públicas e ações sociais.

Por tudo que representa, a professora Shirley Silva não será esquecida, não só por sua dedicação acadêmica e pelos frutos de seu trabalho, mas também por sua amizade, generosidade e lealdade. Quem teve o privilégio de conviver com ela está profundamente triste com sua partida. Só nos resta, neste momento de adeus, prestar solidariedade à família. Sua trajetória seguirá nos inspirando!

________________
(As opiniões expressas nos artigos publicados no Jornal da USP são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem opiniões do veículo nem posições institucionais da Universidade de São Paulo. Acesse aqui nossos parâmetros editoriais para artigos de opinião.)


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.