Pianista canadense Jan Lisiecki dá “master class” na USP

Jan Lisiecki em 2008 – Foto: Mike Ridewood/Wikimedia Commons

O pianista canadense de 22 anos Jan Lisiecki – artista exclusivo da consagrada gravadora Deutsche Grammophon desde 2010 – fará uma master class no dia 12 de março, segunda-feira, às 16 horas, na Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (BBM) da USP. Lisiecki está no Brasil para abrir a temporada 2018 da Sociedade de Cultura Artística de São Paulo. Ele se apresentará na Sala São Paulo no dia 13, às 21 horas, executando obras de Chopin, Schumann, Ravel e Rachmaninov.

Na USP, no dia 12, Lisiecki dará a master class para quatro alunos do Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP. Sob a coordenação da professora Luciana Sayuri, daquele departamento, eles se apresentarão ao piano e receberão orientações do pianista canadense. Os alunos são Klinger Kloos Stabnow, que tocará Scherzo n. 1, de Frédéric Chopin, Julio Vieira Paravela (Sonata D. 784, de Franz Schubert), Mateus Restani Furtado (Balada n. 2, de Franz Liszt), e Pedro Brack Aguilar (La Cathédrale Engloutie, de Claude Debussy).

Nascido em Calgary, no Canadá, de pais poloneses, Lisiecki começou a estudar piano com cinco anos de idade. Com nove anos, apresentou-se pela primeira vez acompanhado de orquestra. Desde então, tem feito concertos com grupos como a Filarmônica de Nova York, a Orquestra de Paris, a Orquestra Sinfônica da BBC e a Orquestra Sinfônica de Montreal, conduzidas por regentes como Claudio Abbado, David Zinamn e Paavo Järvi. Já se apresentou em vários países, da Alemanha, França e Estados Unidos até Noruega, Polônia, Espanha e Coreia do Sul.

Entre os prêmios já concedidos a Lisiecki estão o Prêmio Leonard Bernstein, obtido no Festival de Música de Schleswig-Holstein, na Alemanha, e o Prêmio da Sociedade Chopin Canadense, ambos em 2013. Ele foi premiado em competições musicais nos Estados Unidos, Itália, Inglaterra e Japão. Desde 2012, Lisiecki é embaixador da Unicef do Canadá.