Grossmann critica medida que desprotege a Vila Modernista

Arquivamento de processo de tombamento de obra do arquiteto Flávio de Carvalho é “preocupante”, diz professor

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Em sua coluna “Na Cultura o Centro Está em Toda Parte”, que foi ao ar no dia 22 de novembro de 2017, o professor Martin Grossmann criticou o arquivamento, pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico Cultural e Ambiental (Conpresp), do processo de tombamento da Vila Modernista, nos Jardins, em São Paulo.

Um conjunto residencial que constitui um marco modernista em São Paulo, a obra foi projetada pelo arquiteto Flávio de Carvalho (1899-1973) e inaugurada em 1938.

Ouça no link acima a íntegra da coluna.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados