Raquel Rolnik critica posição do MPF na questão das moradias populares

Para colunista, o Ministério Público Federal faz uma leitura equivocada dos critérios adotados pelas cooperativas autogeridas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

logo_radiousp_790px
.

Programa Minha Casa Minha Vida - Foto: Wikimedia Commons
Programa Minha Casa Minha Vida – Foto: Wikimedia Commons

O Ministério Público Federal (MPF) contesta os critérios hoje utilizados pelas entidades que promovem moradias dentro do programa Minha Casa, Minha Vida, tema sobre o qual se debruça a professora Raquel Rolnik, que critica a posição do MPF. O alvo do Ministério são as cooperativas autogeridas, que têm suas próprias regras na hora de distribuir as unidades habitacionais.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados