Tá falando grego? E-book gratuito ensina a língua clássica para jovens

Publicação traduzida por especialista da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP ensina o idioma por meio de informações sobre a cultura e mitologia gregas, ilustrações e exercícios

Por
O personagem Basílio Bátrakhos que conduz o curso ao longo do e-book – Arte sobre foto/Pixabay

.

Já pensou em aprender uma nova língua de forma simples e divertida? A Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP publicou um e-book gratuito para ensinar o grego clássico para jovens, chamado Basílio Bárthakos e a carta misteriosa.  

A obra, traduzida por Paula da Cunha Corrêa, professora da pós-graduação em letras clássicas, além de ensinar a língua, também contém importantes informações sobre a cultura e mitologia gregas.

A história é apresentada por Basílio Bátrakhos, um sapo curioso que decide aprender a língua após encontrar dentro de uma caixa antiga uma carta em grego, escrita por seu antepassado. Ao longo de sete capítulos, o leitor pode aprender a língua por meio de ilustrações, bancos de palavras, listas de pronúncia e atividades interativas. 

Publicação tem desafios e histórias divertidas para o ensino da língua grega clássica – Foto: Reprodução
Imagem: Reprodução/Livro Basílio Bárthakos e a carta misteriosa

.

Mesmo sendo uma língua antiga, que foi se transformando ao longo do tempo, o grego clássico nunca deixou de ser estudado. Isso porque muitas palavras que compõem os idiomas ocidentais — como “política”, “diálogo” e até “rinoceronte” — foram formadas a partir dessa língua. Conhecer o grego permite a utilização consciente da própria língua portuguesa, além de tornar perceptível como funcionam os mecanismos da nossa linguagem atual.

O e-book está disponível para download gratuito no Portal de Livros Abertos da USP, neste link, ou acesse o arquivo em PDF clicando aqui.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.