Seminário apresenta pesquisas sobre o continente africano e estudos afro-brasileiros

Fazem parte do evento 62 trabalhos desenvolvidos por alunos ou ex-alunos da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, abordando assuntos como olhares femininos, diáspora e migração; colonialismo, política e memória; e estudo das línguas faladas

 26/10/2021 - Publicado há 1 mês
Evento busca promover diálogos interinstitucionais sobre estudos africanos – Foto: Tope Asokere/Pexels

.
Temas relacionados ao continente africano e aos estudos afro-brasileiros em pesquisas que vão da iniciação científica ao pós-doutorado, recém-concluídas ou em andamento, são o foco do III Seminário África na FFLCH, evento que está sendo realizado desde o início desta semana pelo Centro de Estudos Africanos (CEA) da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP. As mesas de apresentação são transmitidas pelo canal da FFLCH no YouTube, neste link, e ficarão disponíveis após o evento.

O seminário tem por objetivo promover a troca de experiências, mapear as pesquisas desenvolvidas na FFLCH e divulgá-las para os estudiosos da área de fora da faculdade, estimulando os diálogos interinstitucionais. Serão apresentadas 62 pesquisas desenvolvidas por alunos ou ex-alunos da faculdade em 15 mesas, em que cada uma corresponde a uma temática, como: olhares femininos, diáspora e migração; colonialismo, política e memória; estudo das línguas faladas; entre outras. São 10 pesquisas de iniciação científica, 19 de mestrado, 28 de doutorado e cinco de pós-doutorado.

“A FFLCH é pioneira nos estudos sobre África no Brasil, e o CEA é um dos primeiros centros brasileiros de pesquisa voltados para o continente africano. O presente seminário, no qual são apresentadas pesquisas em todos os níveis, comprova o vigor dessa área de estudos em vários departamentos da FFLCH. Por meio dele poderemos ter uma ideia da variedade de temas abordados, confirmando o dinamismo dessa área de estudos, que cresceu de maneira surpreendente nos últimos 15 anos. Entender o continente africano amplia os horizontes do conhecimento elaborado a partir de perspectivas ocidentais, o que contribui para uma visão mais complexa da vida humana e da realidade brasileira em particular”, destaca Marina de Mello e Souza, diretora do CEA e professora do Departamento de História da FFLCH.

As informações sobre as pesquisas e as temáticas das mesas estão disponíveis no Caderno de Resumos do III Seminário África na FFLCH.

Clique no player abaixo e confira o encontro de abertura do evento:

.

Para conferir todas as apresentações transmitidas pelo canal da FFLCH no YouTube clique aqui.

.

Texto adaptado de Eliete Viana, Assessoria de Comunicação da FFLCH-USP

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.