Redução das desigualdades é discutida em atividades de C&T na USP

De impacto ambiental a desenvolvimento de fármacos, eventos dias 18 e 19 integram a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Por - Editorias: Universidade - URL Curta: jornal.usp.br/?p=200953
  • 49
  •  
  •  
  •  
  •  
Exposição Biodiversidade, conhecer para preservar, no Museu de Zoologia, é uma das atrações na programação da Semana USP de Ciência e Tecnologia – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

.
Ciência para a Redução das Desigualdades foi o tema escolhido em 2018 para a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, organizada pelo Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. A USP participa da programação nos dias 18 e 19 de outubro com atividades gratuitas nos campi da capital e do interior.

A escolha do tema para este ano está relacionada com um dos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável da Agenda 2030, estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

A USP oferece uma programação variada que dialoga com o tema em várias unidades no campus Butantã, na USP Leste e nos campi do interior (Bauru, Ribeirão Preto e São Carlos). A ideia é propiciar uma oportunidade de contato da população com pesquisadores, professores, laboratórios e espaços de pesquisas.

Em Piracicaba, a programação é organizada pelo Conselho Municipal de Ciência e Tecnologia e inclui palestras e exposições na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq).

Com foco na qualidade de vida, as atividades apresentam os desafios da ciência na prevenção, controle e análise de diversos temas como impactos ambientais, consumo de alimentos, produção farmacêutica, doenças, experimentos químicos, dentre outros.

O auxílio de especialistas e a linguagem acessível pretendem estimular a curiosidade e motivar a população a pesquisar e discutir os impactos que a ciência e a tecnologia podem gerar em benefício da sociedade.

A ação é coordenada pelas Pró-Reitorias de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) e de Pesquisa (PRP) da USP.

“Temos como princípio fundamental na organização deste evento a reafirmação do compromisso ético dos cientistas em transformar a ciência produzida na academia brasileira, e em particular na USP, em tecnologias sociais a serviço da proteção do meio ambiente, da promoção da cidadania, do desenvolvimento econômico e da justiça social no País e em todo o planeta”, explica o professor João Luiz Passador, assessor da PRCEU.

A professora Ana Paula Magalhães, assessora da PRP, ressalta que “a pesquisa realizada na Universidade deve abrir o caminho para a transformação social. Em um país como o Brasil, os desafios são grandes, e em várias frentes. Nossos cientistas carregam a responsabilidade de serem agentes no combate à desigualdade e na promoção do bem-estar na sociedade. Estamos certos de que a ciência é uma via privilegiada para a construção de um país mais justo e mais solidário”.

.
USP na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Quando: 18 e 19 de outubro, quinta e sexta-feira
Onde: Diversas unidades do campus Butantã, dos campi do interior (Bauru, Ribeirão Preto e São Carlos) e na USP Leste
Programação: prceu.usp.br/noticia/ciencia-e-tecnologia-na-usp-2018

Elcio Silva / Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária
Com informações da Divisão de Comunicação da Esalq

 

 

  • 49
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados