Pesquisa é o “investimento mais inteligente” que um país pode fazer

Assim como na pandemia do novo coronavírus, conhecimento científico multidisciplinar é essencial para o enfrentamento da crise das mudanças climáticas, diz Luigi Jovane, do Instituto Oceanográfico da USP

Editorias: Universidade - URL Curta: jornal.usp.br/?p=349601

Investir em pesquisa científica é a coisa “mais inteligente” que um país pode fazer, tanto para evitar crises quanto para sair delas, segundo o pesquisador Luigi Jovane, do Instituto Oceanográfico (IO) da USP, convidado desta edição da série Você e o Pesquisador. “É um investimento para as futuras gerações, um investimento tecnológico, um investimento em conhecimento, para formar mentes”, destacou. “As pessoas vão ter uma cabeça multidisciplinar, capaz de entender e resolver os problemas. Esse é o grande valor intrínseco da pesquisa.”

A infraestrutura e o conhecimento científico necessários para responder à pandemia do novo coronavírus, por exemplo, só estavam disponíveis no Brasil graças a décadas de investimento em pesquisa e formação de recursos humanos qualificados em diversas áreas do conhecimento, como virologia, genética e epidemiologia, destacou Jovane. E o mesmo precisa ser feito para responder à outra grande crise que está em curso — muito mais complexa e potencialmente devastadora do que a pandemia —, que é a crise do clima.

Especialista em paleomagnetismo e paleoclimatologia, Jovane usa amostras de sedimentos e rochas coletadas do leito oceânico para reconstruir padrões climáticos do passado e, com base nisso, melhorar nosso entendimento e nossa capacidade de previsão das mudanças climáticas que estão em curso no presente, induzidas pelo homem. Um conhecimento científico essencial, segundo ele, para que possamos nos preparar para as consequências dessas mudanças, que deverão afetar todas as áreas da existência humana.

Italiano, Jovane fez um apelo pela manutenção da capacidade de investimento em pesquisa do Estado de São Paulo e do Brasil, que foi o que o atraiu para o País dez anos atrás. Cortar esses investimentos em momentos de dificuldade, segundo ele, só levarão a novas crises no futuro.

A série de lives Você e o Pesquisador é uma iniciativa da Pró-Reitoria de Pesquisa da USP, com apoio do Jornal da USP, associada à exposição virtual Você e a USP – A Universidade de São Paulo sempre presente na sua vida, que busca mostrar a contribuição e o impacto das pesquisas científicas produzidas pela USP para a sociedade brasileira. Os eventos ocorrem a cada 15 dias, com transmissão ao vivo pelo Canal USP do YouTube.

Assista à integra do evento abaixo.

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.