Hospital das Clínicas recruta voluntários para estudo sobre TOC

Pesquisa terá participação de centros de Nova York, Amsterdã, Bangalore e Cidade do Cabo

Por - Editorias: Universidade
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fachada do Instituto de Psiquiatria (IPq) da FMUSP – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

.
O Instituto de Psiquiatria (IPq) do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), está recrutando voluntários saudáveis e voluntários com Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) que não estejam medicados para um novo projeto de pesquisa.

A pesquisa terá participação de centros de Nova York, Amsterdã, Bangalore, Cidade do Cabo e São Paulo, e vai identificar marcadores cerebrais associados ao TOC e avaliar influência de fatores como traumas, religiosidade e situação socioeconômica no desenvolvimento do transtorno.

Serão estudados 250 indivíduos com TOC não medicados e 250 indivíduos saudáveis como grupo de controle. A pesquisa vai examinar diversos circuitos cerebrais envolvidos nas manifestações do transtorno e também explorar como as características ambientais específicas podem moderar as relações entre o cérebro e o comportamento.

O objetivo é identificar os marcadores cerebrais de diversos perfis cognitivos e clínicos do TOC em uma grande amostra de sujeitos não medicados. A meta de longo prazo é usar esses marcadores para transformar a forma de conceituar, diagnosticar e, finalmente, tratar transtornos mentais como o TOC.

Os procedimentos da pesquisa (avaliação médica e psicológica, testes neuropsicológicos e exame de ressonância magnética) demandam o comparecimento ao IPq em três dias diferentes. Os coordenadores da pesquisa oferecem uma ajuda de custo para ressarcir gastos com transporte e alimentação nos dias das avaliações.

Após a participação, os interessados poderão receber tratamento no IPq, por período limitado.

Os interessados devem entrar em contato pelo e-mail protoc.projeto@gmail.com ou pelo telefone (11) 2661-6972. O Instituto de Psiquiatria da USP integra o complexo do HC e fica na Rua Dr. Ovídio Pires de Campos, 785, em São Paulo.

.
Indivíduos com TOC

Critérios de inclusão

1)      Ambos os sexos, todas as categorias étnicas, raciais e culturais, destros
2)      Idade 18-50 anos
3)      Ter diagnóstico de TOC segundo os critérios do DSM-5, com a presença de obsessões e compulsões
4)      O TOC deve ser o principal problema psiquiátrico
5)      Não estar recebendo nenhum tipo de medicação psicotrópica (por pelo menos 12 semanas) e ser capaz de tolerar um período sem tratamento
6)      Ser capaz de assinar o consentimento informado

Critérios de exclusão

1)      Ter sido diagnosticado, ao longo da vida, com transtorno psicótico, transtorno bipolar, anorexia nervosa ou transtorno do espectro autista
2)      Ter diagnóstico atual de qualquer transtorno relacionado ao uso de substâncias psicoativas (álcool, drogas, nicotina)
3)      Mulheres grávidas ou sexualmente ativas sem uso de contraceptivos
4)      Problema médico ou neurológico grave (por exemplo, hipertensão instável, convulsões, traumatismo craniano, desordem neurocognitiva)
5)      Uso de dispositivos metálicos ou aparelhos dentários

.
Indivíduos saudáveis

Critérios de inclusão

1)      Ambos os sexos, todas as categorias étnicas, raciais e culturais, ser destro
2)      Idade 18-50 anos
3)      Ser capaz de assinar o termo de consentimento informado

Critérios de exclusão

1)      Qualquer diagnóstico psiquiátrico atual ou ao longo da vida
2)      Histórico de uso de medicamento psiquiátrico
3)      Ter um familiar de primeiro grau com TOC ou tiques
4)      Mulheres grávidas ou sexualmente ativas sem uso de contraceptivos
5)      Problema médico ou neurológico importante (por exemplo, hipertensão instável, convulsões, traumatismo craniano)
6)      Presença de dispositivos metálicos ou aparelhos dentários

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados