Estudo busca mulheres que se identificam como lésbicas e tiveram câncer ginecológico

O estudo busca compreender as vivências de mulheres lésbicas diagnosticadas com diferentes tipos de cânceres femininos na busca por serviços de saúde e no curso do tratamento

Por
Estudo vai investigar mulheres lésbicas com câncer e suas vivências – Foto: Freepik

.
O Laboratório de Ensino e Pesquisa em Psicologia da Saúde (Lepps), da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP, procura voluntárias que se
autoidentifiquem como lésbicas, maiores de 18 anos e que já tiveram algum tipo de câncer ginecológico ou de mama para participarem de pesquisa. As voluntárias serão entrevistadas por meio de plataforma virtual ou ligação telefônica, conforme a preferência de cada participante. 

O objetivo da pesquisa Itinerário terapêutico de mulheres lésbicas com câncer ginecológico na perspectiva de gênero é, segundo a psicóloga Carolina de Souza, compreender as vivências de mulheres lésbicas que tiveram ou tenham algum tipo de câncer ginecológico (ovário, útero, endométrio, vulva ou vagina) ou câncer de mama em seus itinerários terapêuticos de busca por serviços de saúde e no curso do tratamento. 

As voluntárias não terão seus nomes e dados divulgados, sendo trocados por nomes fictícios, escolhidos pelas próprias participantes, e qualquer informação que possa revelar a identidade será mascarada.

O projeto é da doutoranda em Psicologia Carolina de Souza, com a orientação do professor Manoel Antônio dos Santos, da FFCLRP, e foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da faculdade. 

Para se candidatar, é necessário entrar em contato com Carolina de Souza pelo carolina2.souza@usp.br ou pelo telefone (16) 99175-2525.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.