Roteiro turístico apresenta a geologia do centro histórico de São Paulo

No dia 13 de julho, Instituto de Geociências da USP oferece passeio gratuito para conhecer as rochas que construíram a cidade

 04/07/2019 - Publicado há 3 anos
Por
Pátio do Colégio é o ponto de encontro do Geotour urbano – Foto: Paulo Pinto/Fotos públicas

.
No dia 13 de julho, em São Paulo, um grupo do Instituto de Geociências (IGc) da USP organiza um roteiro turístico diferenciado: conhecer as pedras que construíram a cidade. Em vez de simplesmente conhecer monumentos clássicos do centro velho da cidade, como Catedral Metropolitana e Teatro Municipal, o tour traz a perspectiva geológica dos prédios ao observar as pedras que os formam.

“O roteiro se inicia no Pátio do Colégio e discutiremos a importância da geologia para a escolha do assentamento urbano inicial da cidade. Visitaremos vários edifícios, tais como Solar da Marquesa, Edifício Martinelli, Mosteiro São Bento, Ladeira da Memória, Teatro Municipal, Prefeitura, Igreja São Francisco e Catedral”, explica Eliane del Lama, organizadora do projeto.

O tour é oferecido como oportunidade de conhecer como as geociências estão presentes na rotina da cidade. É gratuito e basta se inscrever neste link. A concentração dos participantes ocorre na frente do Pátio do Colégio, próximo à estação da Sé, às 10h.

O grupo Núcleo de Apoio à Pesquisa em Patrimônio Geológico e Geoturismo (GeoHereditas) é responsável pela organização. Eles tem como objetivo “promover práticas em geoconservação em diversas regiões do Brasil”.

“A prática do geoturismo urbano, neste caso baseado na caracterização geológica dos monumentos pétreos, colabora na disseminação e divulgação dos conceitos geocientíficos, e constitui recursos de ensino para todos os níveis e idades”, finaliza Eliane. 

Popularização da geociência

O GeoHereditas surgiu do primeiro edital de núcleos de apoio à pesquisa da USP. Somam-se profissionais do Instituto de Biociências (IB) e da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH), além de outras universidades, como a Universidade de Campinas (Unicamp).

De teor multidisciplinar, o grupo ampara-se na catalogação do patrimônio geológico natural ou cultural, o incentivo ao geoturismo, educação em preservação, todos esses critérios apoiados na pesquisa básica em geologia. Eles reúnem conteúdo em geociências e depois retrabalham essa base teórica e experimental em informação para o público geral.

Mais informações pelo e-mail geohereditas@gmail.com ou pelo telefone (11) 2648-0018


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.