EUA renovam esperanças de superação do aquecimento global

Joe Biden propõe metas que objetivam atingir a neutralidade de carbono já nas próximas décadas

 29/04/2021 - Publicado há 7 meses
Por

O retorno americano à liderança nas discussões do clima é visto pelo professor José Eli da Veiga como uma esperança de que o aquecimento global venha a ser solucionado ainda neste século. “É de importância histórica o que ocorreu na quinta-feira passada, dia 22, quando os EUA voltaram de forma impressionante às negociações climáticas. O que alguns chamaram de cúpula, na verdade foi uma sequência de declarações onde se percebeu algum grau de consenso sobre a necessidade da neutralidade de carbono”, destaca o colunista.

Contudo, o professor adverte que há uma espécie de ilusão. “Estão contando que as inovações tecnológicas, somadas às energias renováveis modernas, como a solar, eólica e nuclear, permitirão chegar a essa meta. Isso é duvidoso”, considera. Na visão do colunista, se o mundo quiser superar o aquecimento global, neste século, algo mais radical terá de ocorrer. “Teremos de passar por uma mudança tecnológica semelhante à do surgimento do computador ou da era digital”, acredita. Mas a boa notícia, segundo Eli da Veiga, é que existem estudos muito bem fundamentados, principalmente por físicos e matemáticos, que indicam que essa possibilidade deve ocorrer. Para mais informações sobre o tema, o professor recomenda a leitura de sua coluna no jornal Valor Econômico, que será publicada nesta quinta-feira, dia 29.


Sustentáculos
A coluna Sustentáculos, com o professor José Eli da Veiga, vai ao ar toda quinta-feira às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.