Colunista lamenta a morte de Herman Daly, um dos mais importantes economistas do século 20

O economista ecológico norte-americano morreu há 14 dias e o fato ainda não foi noticiado na grande imprensa

 Publicado: 10/11/2022
Por

Segundo o professor José Eli da Veiga, Herman Daly não era muito conhecido, mesmo tratando-se de um economista de nível Prêmio Nobel. “Não saiu até agora, que eu saiba, qualquer notícia no Brasil, no The New York Times ou no The Washington Post. É muito estranho”, lamenta Eli da Veiga. “Mas isso se explica porque talvez ele tenha sido um dos maiores teóricos de uma ciência econômica que não é simplesmente heterodoxa. Uma ciência econômica que levou a sério a questão da natureza”, explica o professor. Herman Daly foi aluno do principal teórico dessa questão, o economista romeno Nicholas Georgescu-Roegen.

Eli da Veiga recomenda um livro em português, escrito pelo professor Andrei Cechin, da Universidade de Brasília (UnB), intitulado Natureza como limite da economia: a contribuição de Nicholas Georgescu-Roegen. O livro foi publicado pela Editora Senac em parceria com a Edusp, no ano de 2010. “Já mereceria, inclusive, uma nova edição, visto que Andrei Cechin continua trabalhando sobre esse assunto”, informa o colunista, ressaltando que Cechin hoje é um dos principais dirigentes da seção brasileira da Sociedade Internacional de Economia Ecológica, a EcoEco-BR. “Essa Economia Ecológica deve muito a Herman Daly. Talvez deva tudo!”, enfatiza José Eli da Veiga. Contudo, o professor diz ter restrições a esse movimento da Economia Ecológica. “Sempre me pareceu que, na verdade, a questão central é a Ecologia”, destaca o colunista.


Sustentáculos
A coluna Sustentáculos, com o professor José Eli da Veiga, vai ao ar toda quinta-feira às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.