USP Especiais #54: A poética de Tom Jobim – Parte 1

Primeiro programa, da série de três, aborda a gênese de algumas das canções do compositor

Jornal da USP
USP Especiais #54: A poética de Tom Jobim – Parte 1
/

Tom Jobim despertou para a música num piano da família. A partir de então, iniciou sua viagem rumo à construção de uma criação poética intimamente atrelada à visão positiva sobre a vida, a natureza, as pessoas e as coisas.

Tom era um ser iluminado, como descreveu sua irmã, Helena Jobim. E essa luz ainda se irradia no mundo com muita força. E por quê? O que há de especial em suas composições? São essas respostas que o programa tem a tímida pretensão de tangenciar. Saber o que Tom viu de modo tão especial e diferente e que, muitas vezes, não conseguimos ver.

A profundidade literária das letras, as referências musicais clássicas e da música popular brasileira, tudo está contido, por exemplo, na sua primeira música, Imagina, com letra posterior de Chico Buarque; na peça Orfeu da Conceição, feita com Vinicius de Moraes; em Chega de Saudade, impactando renomados nomes da música brasileira; em Brasília – Sinfonia da Alvorada, um monumento sinfônico com texto de Vinicius, encomendado por Juscelino Kubitschek. E muitas outras.

Seu prestígio como um dos maiores compositores do século 20 não é por acaso. Tom era mesmo iluminado.

Aproveite!

________________________________________________________________

Créditos do programa

Apresentação, roteiro e montagem: Eduardo de Oliveira

Revisão: Gustavo Xavier


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.