Pílula Farmacêutica #16: Campanha de vacinação da gripe é antecipada este ano

Ministério da Saúde utiliza campanha de vacinação da gripe como estratégia para identificar novos casos de coronavírus. “Com o paciente vacinado, fica mais fácil descartar a opção de gripe na triagem e isso economiza tempo, recursos e deixa o controle epidemiológico da situação maior”, explica Giovanna Bingre

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=305741

Pílula Farmacêutica #16: Campanha de vacinação da gripe é antecipada este ano
Pílula Farmacêutica

 
 
00:00 / 4:49
 
1X
 

A campanha de vacinação da gripe foi antecipada este ano para se iniciar no próximo dia 23. A ideia é ajudar os profissionais de saúde a diagnosticarem com mais rapidez o coronavírus, pois, sabendo que o paciente já foi vacinado contra a influenza, começam a investigação de outras causas caso o paciente apresente sintomas de gripe.

Para entender os sintomas da gripe comum, conversamos com a acadêmica Giovanna Bingre, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP em Ribeirão Preto. A gripe comum é uma infecção aguda causada pelos vírus do tipo Influenza e que acomete as vias respiratórias. Seus sintomas, diferentes dos de um resfriado, incluem febre alta e abrupta, dor de cabeça, dor no corpo e mal estar.

Em crianças e idosos, que são mais vulneráveis, a doença pode evoluir para uma pneumonia e pode causar óbito; ainda assim, a mortalidade gira em torno de meio por cento. É provável que todos já tenham entrado em contato com algum vírus da gripe no decorrer da vida, já que a gripe pode ser contraída mais de uma vez e o vírus é facilmente mutável: “Toda vez que você pega gripe, é de um vírus diferente do anterior por causa dessas mutações. A mutação acontece porque, além da duplicação do DNA, os vírus possuem uma molécula chamada RNA, que é muito propensa a mudar durante a sua reprodução”, explica Giovanna.

A vacina é indicada para idosos, gestantes e mulheres no puerpério, crianças menores de cinco anos, portadores de condições especiais, pessoas com doenças crônicas, professores e profissionais da saúde. Para evitar contrair o vírus por completo, além da vacina, é recomendado adoção de hábitos de higiene pessoal como lavar as mãos com frequência e corretamente, não levar a mão à boca, nariz ou olhos em espaços públicos e cobrir a boca ao tossir.


Pílula Farmacêutica
 
Apresentação: Kimberly Fuzel e Giovanna Bingre
Produção: Professora Regina Célia Garcia de Andrade e Rita Stella
Co-produção: Rita Stella
Edição geral: Cinderela Caldeira
E-mail: ouvinte@usp.br
Horário: segunda e quarta, às 10h40
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 107,9; ou Ribeirão Preto FM 107.9, ou pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular para Android e iOS .
Veja todos os episódios de Pílula Farmacêutica .

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.