Momento Cidade #02: Plantar mais árvores melhoraria a vida em São Paulo?

Para especialistas da USP, é preciso que os governantes formulem políticas públicas focadas em arborização, ao mesmo tempo em que invistam na redução de poluição para garantir a melhora na saúde pública e ambiental de São Paulo

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=248752

Momento Cidade #02: Plantar mais árvores melhoraria a vida em São Paulo?
Momento Cidade - USP

 
 
00:00 / 10:00
 
1X
 

Um estudo publicado em 2017 pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, apontou que as árvores ocupam só 11,7% das ruas de São Paulo. Em comparação, as cidades com maior cobertura vegetal são Vancouver, no Canadá, com 25,9% e Cingapura, com 29,3%. Não por acaso, os dois locais estão no topo da lista de “melhores cidades para se viver”, de acordo com os critérios estabelecidos pelo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Com estes fatos em vista, o segundo episódio do Momento Cidade questionou: Plantar mais árvores melhoraria a vida em São Paulo?

Para responder a essa pergunta, entrevistamos o professor Ricardo Ribeiro Rodrigues, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, em Piracicaba. Rodrigues é coordenador do Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal da USP. Para ele, a maior presença de árvores na cidade contribui não apenas na regulação térmica local, mas “também por fazer um papel importantíssimo na questão ecológica, porque essas árvores formam uma pequena matriz, mas mesmo isoladas elas têm um papel importante para a conservação da fauna e da flora”. 

Além dele, conversamos com a pesquisadora Bruna Lara Arantes, que defendeu um mestrado na USP sobre a influência das árvores urbanas na melhoria da saúde pública em São Paulo. Comparando dados de casos de câncer de pulmão obtidos pela Faculdade de Medicina (FM) da USP e dados da estações da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) sobre poluentes de carro, a especialista identificou que certos locais da cidade são mais problemáticos para a saúde de quem passa ou convive por ali.

“Tem muito mais poluição na cidade de São Paulo e isso vai diminuindo conforme vamos para as periferias. E os casos de saúde pública que estão relacionados com a poluição, como, por exemplo, o câncer de pulmão, que foi o que estudamos, também segue essa distribuição. O centro da cidade de São Paulo oferece um ambiente com muito menos atrativos para a saúde pública e ambiental para a população”, exemplifica ela.

Durante a pesquisa, Bruna registrou que era possível correlacionar a presença ou a ausência de árvores com a situação econômica dos bairros de São Paulo. De acordo com os dados, quanto mais árvores, maior a renda no local. 

Para ambos, é preciso que os governantes formulem políticas públicas focadas em arborização, ao mesmo tempo em que investem na redução de poluição para garantir a melhora na saúde pública e ambiental de São Paulo. 

Ouça o podcast na íntegra no player acima. Siga no Spotify, no Apple Podcasts ou seu aplicativo de podcast favorito.

Ficha técnica

Reportagem: Denis Pacheco e Pedro Ezequiel Barros
Edição: Rafael Simões, Beatriz Juska e Paulo Calderaro


Momento Cidade
O Momento Cidade vai ao ar na Rádio USP, quinzenalmente, sextas-feiras, às 8h05 na Rádio USP – São Paulo 93,7 MHz e Ribeirão Preto 107,9 MHz e também nos principais agregadores de podcast

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.