História do Rock #3: Roqueiros colocam nas letras das músicas seus sentimentos em relação ao sucesso

De Vivo traz músicas que representam a percepção de alguns rockeiros sobre o sucesso

Jornal da USP
Jornal da USP
História do Rock #3: Roqueiros colocam nas letras das músicas seus sentimentos em relação ao sucesso
/

No episódio do podcast  História do Rock desta semana, o professor Mario De Vivo continua a falar sobre a vida dos roqueiros e analisa como os astros precisam iniciar as carreiras ainda jovens, pois até o sucesso passam por anos de dedicação. Para iniciar a reflexão o professor utiliza a música Rockstar, da banda canadense Nickelback, que retrata o que os jovens sonham que vai acontecer ao se tornarem rockstars.

Ainda com letras que envolvem a vida de sucesso, o cantor David Bowie lançou em 1975 a música Fame, com coautoria de John Lennon, que retrata de forma mais ambígua o que o sucesso pode trazer. Canções que expõem como cada artista se sente diante a fama e dos fãs é algo comum no meio artístico. A cantora Sheryl Crow, na música Superstar, fala sobre a atração que um jovem sentia por um futuro rockstar.

Já em 1969 a cantora Bonnie Sheridan e o pianista Leon Russell lançaram a música Groupie (Superstar) que, segundo o professor, teve diversas regravações e retrata a história das groupies que se apaixonaram por rockstars. No programa o professor ainda apresenta a versão de Delaney & Bonnie com a participação do guitarrista Eric Clapton.

Para encerrar a edição desta semana, De Vivo apresenta a música When We Was Fab, de George Harrison; o cantor retrata na música como foi ser um beatle.

Os ouvintes podem enviar sugestões e comentários para o e-mail: ouvinte@usp.br

Produção: Mario De Vivo e Gabriel Soares Apresentação: Mario De Vivo Edição: Gabriel Soares


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.