Fake News Não Pod #57: Não há consenso sobre o mecanismo de ação do reiki no organismo

Segundo pesquisadores, estudos sobre a técnica são de baixa qualidade, com grupos experimentais pequenos e sem acompanhamento ao longo do tempo

Fake News não Pod - USP
Fake News não Pod - USP
Fake News Não Pod #57: Não há consenso sobre o mecanismo de ação do reiki no organismo
/

O reiki faz parte do conjunto de terapias complementares oferecidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e é o tema do pocast Fake News Não Pod desta semana.  O reiki se trata de uma técnica japonesa antiga de cura pelas mãos, que ocorre pelo manuseio de uma energia sutil que não pode ser detectada. 

Não há um consenso sobre como a cura ocorreria, alguns acreditam que traumas são armazenados em nossas células e o toque terapêutico poderia restaurar a comunicação entre as células. Outros ainda dizem que o ferro presente em nosso sangue cria um campo eletromagnético à medida que circula, e essa aura poderia ser manipulada. Ambas as explicações não possuem sentido do ponto de vista físico ou biológico. 

O reiki é uma pseudociência, e os estudos existentes sobre o mesmo são de baixa qualidade, com grupos experimentais pequenos e sem acompanhamento ao longo do tempo. Desse modo é difícil fazer qualquer afirmação científica sobre a técnica. Busque sempre médicos que façam terapias com base em evidências científicas, desconfie de curas milagrosas e das ditas “terapias alternativas”. 


Fake News não Pod
Produção: Vydia Academics, Pretty Much Science (PMScience),
Projeto: João Fake News (bit.ly/JoaoFakeNews).
Roteirista e apresentadora: Laura Colete Cunha
Coprodução e Edição: Rádio USP Ribeirão Preto
Coordenação: Rosemeire Talamone

 

.

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.