Brasil Latino: Natalícia Tracy e os imigrantes brasileiros nos EUA

Para especialista, o futuro da comunidade brasileira no país passa pelo resultado da eleição presidencial de novembro

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=351732

Brasil Latino: Natalícia Tracy e os imigrantes brasileiros nos EUA
Brasil Latino

 
 
00:00 / 56:53
 
1X
 

Os imigrantes brasileiros estão apreensivos com o resultado das eleições presidenciais de novembro nos Estados Unidos. A política de Donald Trump tem sido cada vez mais restritiva e já resultou na deportação de centenas de brasileiros. Em Boston, Natalícia Tracy, a entrevistada do Brasil Latino desta edição, dirige o Centro do Trabalhador Brasileiro, que oferece assistência, orientação e acolhimento aos imigrantes. Ela é atualmente professora de Sociologia e Estudos Laborais na Universidade de Massachusetts.

Com uma forte atuação junto à maior central norte-americana de trabalhadores, a AFL-CIO, Natalícia Tracy é personagem de uma invejável trajetória. Ela chegou aos Estados Unidos com 17 anos para trabalhar como babá de uma família brasileira. Dois anos depois, a família voltou ao Brasil e Natalícia ficou sozinha na condição de “indocumentada”, como são conhecidos os imigrantes sem visto de permanência.

Disposta a enfrentar o risco de viver ilegalmente e praticamente sem falar o idioma local, ela foi trabalhar como cuidadora de idosos. Nesse período, conseguiu apoio para estudar inglês e completar os estudos universitários chegando a obter PhD, o que lhe deu a condição de se tornar professora na Universidade de Massachusetts.


Brasil Latino

O Brasil Latino vai ao ar toda segunda-feira, às 17h, pela Rádio USP FM 93,7Mhz (São Paulo) e Rádio USP FM 107,9 (Ribeirão Preto). As edições do programa estão disponibilizadas em @brlatino, nos podcasts do Jornal da USP (jornal.usp.br) e nos agregadores de áudio como Spotify, iTunes e Deezer.

. 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.