Programa Vem pra USP! premia alunos de escolas públicas

Esta foi a primeira edição do programa, que contou com 18 mil inscritos de 895 escolas de todo o Estado

Os alunos mais bem classificados dos três anos do ensino médio receberam certificados da USP – Foto: Edmilson Luchesi / USP São Carlos

A USP promoveu, no dia 14 de maio, no campus de São Carlos, a cerimônia de premiação dos alunos do ensino médio mais bem classificados na Competição USP de Conhecimentos (CUCo) de 2017.

A competição faz parte do programa Vem pra USP!, desenvolvido em parceria com a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, e que tem como objetivo incentivar os alunos de escolas públicas a ingressarem nos cursos de graduação da USP e estimulá-los a melhorar o desempenho nas disciplinas que compõem o conteúdo programático dos processos seletivos de acesso ao ensino superior.

Esta foi a primeira edição do programa, que contou com 18 mil inscritos de 895 escolas de todo o Estado. Desses, 1.360 alunos ficaram entre as melhores classificações.

Os alunos mais bem classificados dos três anos do ensino médio receberam certificados da USP, puderam visitar laboratórios de pesquisa da Universidade e ter videoaulas especiais de preparação para o vestibular. Os estudantes do terceiro ano premiados tiveram, ainda, isenção na taxa de inscrição da Fuvest.

Cerca de 70 estudantes de escolas ligadas à Diretoria Regional de Ensino de São Carlos foram premiados e participaram da solenidade, que contou com presença do vice-reitor da USP, Antonio Carlos Hernandes; do secretário de Educação do Estado de São Paulo, João Cury Neto; do pró-reitor de Graduação da Universidade, Edmund Chada Baracat; do diretor executivo da Fuvest, Renato Sanches Freire; do prefeito de São Carlos, Airton Garcia, além de dirigentes de ensino, professores e outras autoridades da cidade.

Cerca de 70 estudantes de escolas ligadas à Diretoria Regional de Ensino de São Carlos foram premiados e participaram da solenidade – Foto: Edmilson Luchesi / USP São Carlos

Compromisso social

“Este programa reforça o compromisso da USP com a sociedade, enquanto instituição de excelência e qualidade. É um projeto muito importante para o ensino médio paulista e vamos, junto com a Secretaria de Estado, intensificar cada vez mais essa aproximação da Universidade com os alunos da rede pública”, destacou o pró-reitor de graduação, Edmund Chada Baracat.

Para o vice-reitor da USP, Antonio Carlos Hernandes, o diferencial do programa está relacionado à valorização da escola e dos alunos de todas as séries do ensino médio. “Por parte da Universidade, o maior desafio é organizar esse processo de maneira a alcançar todo o Estado e, do ponto de vista da escola, é a participação e engajamento dos alunos”, afirmou.

O vice-reitor da USP, Antonio Carlos Hernandes (à esq.), na entrega dos certificados aos mais bem classificados na competição – Foto: Edmilson Luchesi / USP São Carlos

Hernandes também enalteceu o trabalho dos professores e dirigentes de ensino e, aos alunos, fez um chamamento. “As oportunidades aparecem de diferentes maneiras e, no caso do ensino, oportunidade significa estudar. Cada gota de suor, cada tempo dispendido estudando vai ser valorizado lá na frente. Eu só fui fazer ensino superior porque, em um dado momento, me apareceu uma oportunidade similar a essa. Eu a agarrei e pensei: é aqui que vou fazer a minha vida”, afirmou Hernandes, que também estudou em escola pública.

O secretário de Estado da Educação, João Cury Neto, destacou que o Vem pra USP! é um programa fundamental por quebrar o paradigma de que a universidade pública é para poucos. “O que propomos é que todos tenham a mesma oportunidade. Esse programa, além de ser inovador, demonstra o altíssimo espírito público da USP, na sua condição de promover desenvolvimento, principalmente o desenvolvimento humano, e contribuir para a melhoria do ensino público do Estado de São Paulo”, ressaltou.

Novos horizontes

A aluna Ana Lara Xavier da Silva foi uma das premiadas – Foto: Edmilson Luchesi / USP São Carlos

Uma das premiadas na cerimônia, a aluna Ana Lara Xavier da Silva, que está no terceiro ano do ensino médio e deve prestar vestibular em 2018, falou da importância da competição, especialmente como forma de estímulo.

“Este programa abriu meu horizonte e, hoje, eu vejo que o ingresso na universidade, na USP, é algo que está ao alcance de qualquer estudante de escola pública. Muitas vezes, achamos que estamos em desvantagens em relação a quem vem de cursinho ou de escola particular, mas eu pude ver que a gente tem oportunidade também. Estou feliz e otimista com isso”, contou.

Outros dois alunos que receberam menção honrosa – Lucas Reis e Giulia Maria Gomes Jardim de Lima – foram aprovados no último vestibular e, atualmente, são alunos de graduação no campus da USP em São Carlos.

Durante o evento, também foram premiadas, com tablets, seis Diretorias Regionais de Ensino: Diadema, Sul 3, Apiaí, Jales, Itapevi e São Carlos, com destaque para a última, que ainda recebeu uma gibiteca.

Edição 2018

A solenidade também marcou o lançamento da edição CUCo 2018, que este ano tem novidades. A primeira fase da competição continua virtual, ou seja, os alunos poderão responder às 18 questões de múltipla escolha de forma online.

Já a segunda fase acontecerá, em dia letivo, na própria escola onde o aluno está matriculado, e não somente nas unidades do programa Escola da Família.

Neste ano, o objetivo é premiar 91 escolas que alcançarem o maior índice de participação na CUCo, independentemente do desempenho.  Considerando o número de alunos participantes, cinco escolas poderão receber recursos que vão de R$ 20 mil a R$ 100 mil.  Para promover o protagonismo juvenil, também será destinado um crédito de R$ 2,5 mil ao grêmio estudantil das escolas premiadas.

As inscrições para a CUCo vão até o dia 8 de junho.  As provas online serão realizadas de 11 a 15 de junho e as presenciais no dia 9 de agosto. Todas as informações estão disponíveis no site do programa.

(Edmilson Luchesi, do Campus USP São Carlos)

Textos relacionados