USP lidera ranking das melhores universidades da América Latina

O ranking avalia sete indicadores: reputação acadêmica, reputação entre empregadores, proporção de professor para estudante, citações científicas, publicações por faculdade, quantidade de professores com doutorado, impacto na internet.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Na edição 2015 do QS University Rankings Latin America, a USP ocupa o primeiro lugar entre as universidades latino-americanas. Entre as brasileiras mais bem colocadas, a Unicamp ficou em 2º lugar; a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em 5º; e a Unesp, na 8ª posição

Publicado desde 2011 pela Quacquarelli Symonds – organização internacional de pesquisa em educação, especializada em instituições de ensino superior –, o ranking é uma variação que classifica as 300 melhores universidades da América Latina de acordo com sete indicadores: reputação acadêmica, reputação entre empregadores, proporção de professor para estudante, citações científicas, publicações por faculdade, quantidade de professores com doutorado, impacto na internet.

De acordo com o reitor Marco Antonio Zago, “apesar de oscilações anuais que são comuns com essas abordagens semiquantitativas, os bons resultados vêm se repetindo nas diferentes e independentes classificações. Nossa Universidade tem grande expressão internacional porque propicia formação de qualidade na graduação em todas as áreas do conhecimento. Os egressos da USP são admirados no mercado de trabalho, ocupam posições de liderança nos setores público e privado, no mundo político e na vida acadêmica. Nossa pós-graduação é uma das principais forças do desenvolvimento das ciências, da tecnologia e das humanidades do país. A USP é também o mais importante centro de pesquisa nacional, responsável por mais de um quinto de todos os artigos especializados publicados pelo país, e principal instituto gerador de patentes. Desenvolvemos pesquisa altamente competitiva e formamos recursos humanos de qualidade, a despeito de ser uma Universidade de massa, com mais de 90 mil alunos, enquanto a maioria das universidades que lideram os rankings são muito menores”.

Entre as dez primeiras colocadas, cinco são brasileiras: a Unicamp subiu uma posição e agora ocupa o 2º lugar, a UFRJ está na 5ª posição, a Unesp é a 8ª melhor colocada e a Universidade de Brasília (UnB) é a 10ª.

Quacquarelli Symonds Rankings

No ranking geral – o QS World University, que avalia mais de 3 mil universidades do mundo –, a USP ocupa a 132º posição, sendo a instituição latino-americana melhor classificada.

Em outro ranking da organização – o QS Rankings by Subject, publicado em 29 de abril –, a USP ficou entre as 50 melhores do mundo em 8 das 36 áreas de concentração avaliadas: Odontologia (12ª posição); Agricultura e Silvicultura (24ª); Arquitetura (33ª); Arte e Design (34ª); Ciência Veterinária (36ª); Filosofia (37ª); Engenharia Civil (47ª); Farmácia e Farmacologia (46ª).

Confira as dez primeiras colocadas no QS University Rankings Latin America:

[table id=66 /]

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados