USP e Capes assinam acordo para vinda de docentes do exterior

Na tarde do dia 5 de março, foi realizada a assinatura do Acordo de Cooperação Técnica e Científica entre a Universidade e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), que terá vigência de cinco anos. Na cerimônia, o presidente da Capes, Jorge Almeida Guimarães, foi homenageado por sua atuação no fortalecimento e ampliação da pós-graduação no Brasil.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

O acordo concederá bolsas e aportes financeiros para deslocamentos e recursos para o desenvolvimento dos projetos

Na tarde do dia 5 de março, foi realizada a assinatura do Acordo de Cooperação Técnica e Científica entre a Universidade e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), que terá vigência de cinco anos.

O presidente da Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional, Raul Machado Neto; o reitor Marco Antonio Zago; pela Capes, o presidente Jorge Almeida Guimarães; e o  diretor de Programas e Bolsas no País, Márcio de Castro Silva Filho

O acordo tem por objetivo a inserção na USP de pesquisador/professor visitante do exterior, em todas as áreas do conhecimento, para o desenvolvimento técnico e científico, por meio da concessão de 60 bolsas, com duração de até 30 meses, com o intuito de estimular a execução de projetos de pesquisa, o ensino, a produção de pesquisa científica e tecnológica da USP; e incentivar o fortalecimento e ampliação das ações de pesquisa dos programas de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado).

Para isso, os candidatos à bolsa devem possuir reconhecida produção científica, capacidade de ministrar aulas em inglês na graduação e pós-graduação, participar na orientação de alunos e desenvolver pesquisas, com vistas à ampliação da diversidade e competências estratégias da Universidade. Ao final da vigência das bolsas, a USP se compromete a abrir vagas nas respectivas áreas de atuação dos bolsistas junto aos Departamentos das Unidades contempladas com os pesquisadores, possibilitando sua absorção como docente da Universidade.

Homenagem

A cerimônia também contou com uma homenagem ao presidente da Capes, Jorge Almeida Guimarães, por sua atuação no fortalecimento e ampliação da pós-graduação no Brasil. No pronunciamento ao homenageado, o vice-reitor Vahan Agopyan destacou que Guimarães, além da uma vida acadêmica admirada, “implantou na Capes, como presidente há 11 anos, uma mudança de postura, incentivando novas áreas e setores estratégicos para o País, como o fortalecimento dos mestrados profissionais”.

Na homenagem, Guimarães recebeu um diploma da USP “por sua atuação no fortalecimento e ampliação da pós-graduação no Brasil”

“A pós-graduação é o caminho para a internacionalização das universidades brasileiras”, ressaltou o homenageado para lembrar a importância de acordos como o assinado entre a USP e a instituição presidida por ele. Guimarães aproveitou também para citar que a Capes está desenvolvendo um projeto para o Ministério da Educação sobre a internacionalização das universidades.

O reitor Marco Antonio Zago reforçou que a assinatura do acordo é um modelo para as universidades. “Representa uma iniciativa para darmos um formato diferente a nossa busca por docentes na USP. É uma volta às origens, voltando nossos olhos para o exterior, procurando docentes que possam dar outras contribuições, trazer inovações”. Para finalizar, destacou que a homenagem é merecida, pois Guimarães “lutou para a melhoria do ensino no País e é uma liderança que representa a todos que militam na área da política da educação”.

(Fotos: Ernani Coimbra)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados