Instituto de Biociências restaura fachada e lança pedra fundamental de novos edifícios

Edifício, cuja fachada foi restaurada, é o segundo mais antigo da USP

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Diretor do IB, Welington Braz Carvalho Delitti; a reitora da USP, Suely Vilela; e a pró-reitora de pesquisa da USP, Mayana Zatz, junto com docentes e funcionários do IB em frente da fachada restaurada do prédio dos departamentos de ecologia, fisiologia e zoologia.

No dia 9 de outubro, sexta-feira, ocorreu no Instituto de Biociências (IB) da USP a inauguração da fachada restaurada do edifício Ernesto Marcus, e também o lançamento da pedra fundamental dos novos edifícios da Administração e da Biblioteca. O edifício Ernesto Marcus foi construído em 1955 – é o segundo mais antigo da USP, sendo mais ‘velho’ que a criação do IB, em 1969, e atualmente abriga os departamentos de ecologia, fisiologia e zoologia do Instituto. Com investimento de seis milhões e 200 mil reais, os novos edifícios terão mais de três mil m², o da administração terá um auditório com capacidade para 300 lugares, área para exposição, além de uma área externa de convivência para todos os funcionários e professores. Para explicar como surgiu a ideia da construção dos novos edifícios da Administração e da Biblioteca, o diretor do IB, Welington Braz Carvalho Delitti, lembrou que quando assumiu o cargo de diretor do Instituto, em setembro de 2007, a reitora da USP, Suely Vilela, perguntou qual seria o seu sonho, e ele disse ser engrandecer o IB, melhorando a sua infraestrutura.O diretor do IB disse esperar que no futuro, quando as próximas gerações abrirem os documentos depositados na urna da pedra fundamental dos novos edifícios, as previsões pessimistas de extinção de espécies não se concretizem. Nesta urna foram depositados os seguintes papéis: documento aprovando as obras, relação de todos os docentes (102), funcionários (184) e alunos de graduação (643) e de pós-graduação (453) matriculados em 2009, publicação dos docentes do IB, e a planta do projeto.A reitora da USP ressaltou ainda que o IB, nos seus 40 anos de existência completados neste ano, tem contribuído significativamente para o papel de destaque que a USP tem obtido no cenário nacional e internacional.  Clique aqui para ver imagens de como ficarão os novos edifícios.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail