Grupo de Readequação do Ano Acadêmico divulga recomendações para o mês de maio

Comunicado apresenta deliberações para a comunidade acadêmica em relação à flexibilização de acesso ao campus, retorno às atividades presenciais e continuidade das aulas remotas

O Grupo de Trabalho responsável pelo Plano USP de Readequação do Ano Acadêmico (GT PRAA) divulgou hoje, dia 5, um novo comunicado com recomendações à comunidade universitária para o mês de maio.

De acordo com o documento, os campi podem flexibilizar a circulação de pessoas e o acesso de veículos, das 5h às 20h, mas permanece proibida qualquer atividade que resulte em aglomeração, mesmo em ambiente aberto.

Os servidores docentes e técnico-administrativos já imunizados contra o vírus sars-cov-2 podem retornar às atividades presenciais, 14 dias após o recebimento da segunda dose, conforme recomenda o Centro de Contingência do Estado de São Paulo e os especialistas ouvidos pelo grupo de trabalho.

Restaurantes não gerenciados pela Superintendência de Assistência Social (SAS) podem permanecer abertos com atendimento ao público e Museus e Centros Culturais podem receber público externo para visitação, desde que observados os protocolos de biossegurança e respeitada a legislação de ocupação vigente no município em que se encontra o campus.

No primeiro semestre letivo do ano acadêmico de 2021 serão mantidas as aulas teóricas remotas tanto para a graduação quanto para a pós-graduação, bem como as atividades de cultura e extensão.

Ainda segundo o comunicado, “considerando a situação ainda preocupante da pandemia no País e, em particular no Estado de São Paulo, o GT PRAA clama a todos para que mantenham a máxima atenção para o uso obrigatório de máscaras, o distanciamento físico, a higienização constante das mãos e, principalmente, que evitem realizar atividades que possam levar a aglomerações de pessoas”.

Clique aqui e acesse a íntegra do documento.

O GT PRAA é coordenado pelo vice-reitor da Universidade, Antonio Carlos Hernandes, e formado pelos professores André Lucirton Costa, Edson Cezar Wendland, Gerson Aparecido Yukio Tomanari, Mônica Sanches Yassuda e Tarcisio Eloy Pessoa de Barros Filho.

O grupo é responsável pelo desenvolvimento e pela atualização do Plano USP para o retorno gradual das atividades presenciais, que define protocolos, oferece recomendações e apresenta orientações aos gestores e aos membros da comunidade universitária para a viabilização progressiva das atividades acadêmicas e administrativas presenciais nos campi, que estão suspensas desde o dia 17 de março do ano passado, por conta da pandemia da covid-19.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.