Nelson Pereira dos Santos deixa “obra monumental”, diz professor

Na Rádio USP, professor de Cinema da USP analisa o legado do cineasta, que morreu no dia 21 de abril

Por - Editorias: Cultura - URL Curta: jornal.usp.br/?p=162414
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Nelson Pereira dos Santos – Foto: Anselmi Juan via Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0

O cineasta Nelson Pereira dos Santos, que morreu no dia 21 de abril, aos 89 anos, no Rio de Janeiro, deixa um legado “monumental”, que inclui obras-primas do cinema brasileiro, como o longa-metragem Vidas Secas, inspirado na obra de Graciliano Ramos.

Foi o que disse o professor Mateus Araújo Silva, do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, em entrevista no programa Via Sampa, da Rádio USP (93,7 MHz), transmitida no dia 23 de abril.

Ouça no link acima a íntegra da entrevista.

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados