Esculturas e desenhos integram a exposição “Volumes”

Mostra fica em cartaz até 10 de novembro do Centro Cultural do campus da USP de Bauru

Por - Editorias: Cultura
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Obra de Victor Harabura em exposição na USP de Bauru: Releitura de David, de Gian Lorenzo Bernini (desenho com grafite) – Foto: Giane Quintela

Está em exibição até 10 de novembro, no Centro Cultural do campus da USP de Bauru, a exposição Volumes, do artista plástico Victor Harabura. A mostra integra o Projeto Atelier & Arte, promovido pela Seção de Eventos Culturais da Prefeitura do Campus USP de Bauru (PUSP-B).

A mostra exibe três esculturas e quatro desenhos de Harabura. Ele explica que o processo de produção das esculturas autorais inicia-se pela modelagem com argila, que depois é queimada a 1.000 graus centígrados, transformando-se em cerâmica.

Sem Título, escultura em cerâmica de Victor Harabura – Foto: Giane Quintela

Os desenhos são feitos em grafite, com sombreado, e são hiper-realistas, constituindo-se em releituras de obras clássicas consagradas, como o David, do escultor e arquiteto italiano Gian Lorenzo Bernini.

Harabura informa que denominou sua exposição Volumes para combinar a escultura com o desenho, juntando esses dois tipos de trabalho artístico. Ele esclarece que esta é sua primeira exposição individual e diz que está satisfeito por se dedicar a um trabalho que aprecia e por ter a oportunidade de exibi-lo para outras pessoas.

O artista

Victor Harabura e a obra Releitura de Afrodite Accovacciata – Foto: Giane Quintela

Victor Harabura é natural de São Paulo, tem 30 anos, é quadrinhista, ilustrador, escultor e em 2014 graduou-se em História pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Franca. Atualmente está no segundo ano do curso de Artes Visuais da Unesp de Bauru.

O artista lembra que desde criança sempre gostou de desenhar, porém não enxergava essa atividade como uma profissão, e sim como um hobby. Ao estudar história da arte, começou a pensar no desenho como uma profissão, atividade a que passou a se dedicar. Mas ele afirma que se identifica mais com a escultura.

Esculturas Triste e Grito, em cerâmica – Foto: Giane Quintela

Após concluir o curso de História, retomou os estudos de arte, fazendo os cursos de Anatomia Humana, Pintura Digital, Roteiro, Perspectiva e História em Quadrinhos na Quanta Academia de Artes, em São Paulo. Fez também curso on-line de Escultura Tradicional e Digital no Estúdio Viva Arte, de Fortaleza, no Ceará.

A exposição Volumes está aberta à visitação pública até o dia 10 de novembro, no Centro Cultural do campus da USP de Bauru, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O campus da USP localiza-se na Alameda Dr. Octávio Pinheiro Brisolla, 9-75, na Vila Universitária, em Bauru (SP).

Releitura de L’Amour et Psyche, Enfants, de William Bouguereau – Foto: Giane Quintela

Marianne Ramalho, de Bauru

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados