Biblioteca da USP lança portal e projeto para ajudar as escolas

“Portal 3×22” e “Projeto 3×22 na Escola” trazem materiais didáticos sobre Independência e Modernismo no Brasil

 Publicado: 29/09/2021
Por
Cartaz do evento (Divulgação: Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin)

Em 2017, a Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (BBM) da USP criou o projeto 3 Vezes 22 (3×22), voltado para a promoção de pesquisas e eventos relacionados com o bicentenário da Independência do Brasil, o centenário da Semana de Arte Moderna e os desafios do tempo contemporâneo (1822-1922-2022). Nesta quinta-feira, dia 30, às 14h30, a BBM lança o Portal 3X22, que reúne todo o conteúdo desse projeto. Na mesma ocasião, a biblioteca vai apresentar o Projeto 3×22 na Escola, um vasto material didático interdisciplinar on-line, focado em atender às demandas do novo currículo do ensino médio. O evento de lançamento do portal e do projeto será transmitido ao vivo pelo canal da BBM no Youtube.

No Portal 3×22 será possível encontrar dados sobre todas as atividades do projeto 3×22, como boletins com matérias e entrevistas sobre temas relacionados às três datas focadas pelo projeto, vídeos, o histórico de eventos realizados ao longo dos últimos anos e as publicações resultantes de pesquisas e eventos realizados pela BBM. O portal inclui também posts sobre 200 livros “para pensar o Brasil”. Os posts fazem a apresentação de cada uma das obras selecionadas. O professor Alexandre Macchione Saes, coordenador do projeto 3×22, conta que essas obras abarcam vários campos, entre eles a sociologia, a antropologia e as artes. Parte desses livros está disponível na Biblioteca Digital da BBM.

O portal traz ainda kits didáticos produzidos em parceria com o Laboratório de Ensino e Material Didático (Lemad) do Departamento de História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP.  Os kits reúnem vários tipos de materiais: mapas, cartas, pinturas, jornais e até memes, além de um texto de orientação e contextualização direcionado ao professor e sugestões de questões para serem trabalhadas com os alunos. Com isso, o portal visa a oferecer para professores e estudantes material didático que não está presente nos currículos de ensino médio e fundamental, com propostas para interpretar e intervir no debate envolvendo as celebrações de 2022.

O professor Alexandre Macchione Saes – Foto: FEA

Já sobre o Projeto 3×22 na Escola, o professor Alexandre Saes afirma: “É um projeto que temos considerado muito relevante, porque busca dialogar com um amplo público de alunos e professores do ensino médio. A reforma da Base Nacional Comum Curricular, aprovada recentemente, está produzindo uma mudança profunda na estrutura do ensino médio. Agora, além da grade comum, obrigatória, as escolas devem oferecer itinerários eletivos”. De acordo com o professor, todo o material a ser disponibilizado por esse projeto busca apoiar professores no sentido de oferecer a discussão de temas relevantes para a nossa sociedade, trabalhando-os de maneira interdisciplinar. No evento de lançamento, nesta quinta-feira, serão divulgados os módulos que tratam de quatro temas: cidadania, desigualdade, meio ambiente e educação. Todos partem da mesma preocupação do projeto, de discutir grandes temas brasileiros, entrecruzando as datas 1822, 1922 e 2022, ainda de acordo com o professor.

Saes já prevê a ampliação do site com mais conteúdos. No que diz respeito às publicações, até o final do ano a Coleção 3×22 de teses e dissertações incluirá oito trabalhos premiados pelo projeto. Haverá também outros livros, resultados dos seminários realizados nos últimos três anos, alguns em parceria com o Centro de Pesquisa e Formação do Sesc. Entre essas obras estão livros sobre a Semana de Arte Moderna e sobre a Independência. Outros volumes serão dedicados a personagens do pensamento social brasileiro, como Antonio Candido e Celso Furtado. “No dia 30, vamos disponibilizar no Portal 3×22 a primeira parte do projeto, com quatro módulos que já podem ser utilizados nos colégios. Até o final do ano outros módulos serão divulgados, todos gratuitos.” 

Como explica a BBM em nota, a Independência do Brasil (1822) e a Semana de Arte Moderna (1922) são dois períodos que contribuíram para a formação do Estado, da sociedade e da cultura do Brasil. O projeto 3 Vezes 22 tem como intuito relacionar esses momentos no tempo presente. Alguns materiais entrecruzam duas  temporalidades, já outros são específicos para determinada época. Mas todos têm o objetivo de fomentar reflexões críticas sobre o legado deixado pelas narrativas sobre o movimento modernista e os projetos de construção da nação. Além disso, os organizadores se preocuparam em selecionar documentos, livros e autores esquecidos e rejeitados pelas vertentes dominantes da historiografia brasileira. A finalidade dessa dedicação é fornecer ao público evidências, perspectivas e interpretações que possam contribuir para a análise da história brasileira, “projetando questões que possam nortear a construção de um novo horizonte de autonomia, ao menos no plano da cultura e da ciência”, segundo a BBM.

O  lançamento do Portal 3×22 e do Projeto 3×22 na Escola, da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (BBM) da USP, acontece nesta quinta-feira, dia 30, às 14h30, no canal da BBM no Youtube. Grátis. Não é preciso fazer inscrição. Mais informações estão disponíveis no site da BBM.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.