Aspectos culturais afetam a relação entre o homem e o cão

Artigo publicado na revista “Psicologia USP” discute a pluralidade do convívio entre cães e humanos

Efeitos evolutivos e aspectos culturais influenciam a convivência entre homem e animal – Foto Jornal da USP

Artigo publicado na revista Psicologia USP, volume 32, março de 2020, discute o convívio histórico entre cães e humanos, a pluralidade de fenômenos interconectados dessa convivência, o processo de domesticação do animal e as diferenças culturais que afetam as relações entre as duas espécies.

Segundo os autores, a interação entre o homem e o cachorro não é apenas instrumental, tendo bastante semelhança àquela estabelecida entre pais e filhos, havendo, portanto, características de apego e afeto. Porém, os pesquisadores dizem que não foi sempre assim. No período medieval e na Renascença, por exemplo, era consenso que “a natureza havia sido criada para servir aos interesses da humanidade”, incluídos, assim, os cachorros.

O artigo também aborda a situação dos cães com relação aos diferentes contextos culturais, incluindo suas problemáticas e peculiaridades. Se, por um lado, “segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE-2013), os cães de companhia estão presentes em 44,3% dos domicílios brasileiros, outros “850 milhões sobrevivem de modo errante por meio de  interação marginal com os humanos”. O abandono dos animais é a principal razão do grande número dos cães jogados nas ruas, questão com a qual alguns países precisam lidar, propõe o artigo.

Ainda em relação às disparidades culturais, o artigo  cita o caso da  Coreia do Sul, onde foi criado um dilema entre o valor instrumental/de costumes (cão visto como alimento) e o afetivo (cão visto como companhia), uma vez que, de acordo com estudos, os coreanos comem algumas raças de cães, mas não comem outras.

Por fim, os autores dizem que a partir da cooperação fortalecida ao longo do tempo entre as duas espécies, guardadas as devidas proporções, é possível cogitar que a própria evolução humana também tenha sido alterada, considerando os relevantes serviços “prestados” pelos cães ao homem, conclui  o artigo.

Artigo

CABRAL, F.; SAVALLI, C. Sobre a relação humano – cão. Psicologia USP, São Paulo, v. 31, e190109, 2020. ISSN: 10.1590.  Disponível em: revistas.usp.br. Acesso em: 26 maio 2020.

Mais informações: francabral@gmail.com, com Francisco Giugliano de Souza Cabral.

Margareth Artur/Portal de Revistas USP


Revistas da USP
A seção Revistas da USP é uma parceria entre o Jornal da USP e a Agência USP de Gestão da Informação Acadêmica (Águia) que apresenta artigos de autores de diversas instituições publicados nos periódicos do Portal de Revistas USP.

.

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.