Geração de empregos continua em expansão e setor de serviços lidera contratações

O acumulado de 12 meses, outubro de 2018 a setembro de 2019, mostrou que foram gerados 478.788 empregos formais, segundo Boletim Mercado elaborado pelos pesquisadores da FEA-RP

A criação de postos de trabalho em setembro de 2019 continua mantendo o crescimento e mostrou o melhor resultado para o mês desde 2013. Ao todo foram criados 157.213 postos de trabalho com carteira assinada. O acumulado de 12 meses (entre outubro de 2018 e setembro de 2019) mostrou que foram gerados 478.788 empregos formais, número 27,70% superior ao acumulado dos 12 meses imediatamente anteriores.

O setor que teve mais contratações foi o de serviços, com 65.025 empregos formais, seguido pela indústria, com 42.476. O setor que apresentou reversão negativa foi o de agropecuária, que passou a registrar demissões líquidas.

O Estado de São Paulo fechou o mês de setembro com um saldo de 33.298 vagas abertas em relação a agosto de 2019. O saldo líquido foi de 36.156 empregos formais. A Região Administrativa de Ribeirão Preto, assim como no município de Ribeirão Preto, o resultado também foi positivo.

Segundo dados divulgados pelo IBGE, a queda no desemprego foi influenciada pela redução na desocupação e aumento na população ocupada. Isso pode ser associado pela geração recorde de postos de trabalhos informais, atingindo um total de 11,8 milhões de empregados, 2,9% a mais do que no trimestre anterior.

As informações são do Boletim Mercado de Trabalho de novembro de 2019, elaborado pelas pesquisadoras Ingrid Nossack e Francielly Almeida, sob coordenação do professor Sergio Naruhiko Sakurai, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP.

Maria Paula Soeltl

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.