Evento on-line vai abordar os 20 anos dos ataques terroristas de 11 de Setembro

Promovido pelo Grupo de Antropologia em Contextos Islâmicos e Árabes, da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP Ribeirão Preto, debate terá transmissão on-line no dia 2 de setembro, às 19 horas

 01/09/2021 - Publicado há 2 meses
Por
Evento vai questionar quais mudanças ocorreram desde o 11 de setembro de 2001 – Foto: Wikimedia Commons CC

.
O dia 11 de setembro de 2001 marcou a história recente da humanidade. Os ataques terroristas, associados ao extremismo islâmico, acabaram refletindo em comunidades islâmicas no Brasil e no mundo. E, após 20 anos e com os recentes acontecimentos no Afeganistão com o retorno do Talibã ao poder, é necessário revisitar a histórica data para responder a novos e antigos questionamentos. Para isso, o Grupo de Antropologia em Contextos Islâmicos e Árabes (Gracias), coordenado pela professora da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP, Francirosy Campos Barbosa, promoverá, no dia 2 de setembro, às 19h, o evento gratuito
20 anos do 11 de Setembro: O que mudou? 

Segundo a professora, “refletir, na perspectiva antropológica, das relações internacionais e do jornalismo, é urgente para a compreensão da situação atual do Afeganistão”. O grupo traz também questionamentos como: O que mudou nos últimos 20 anos? Quais são as questões enfrentadas pela mídia e por pesquisadores da área? A realidade atual do Afeganistão e o retorno do Talibã são desdobramentos ou não desta data? 

E busca respondê-los com a participação de José Arbex Jr., professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP); Luiz Antônio Araujo, professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS); Paulo Hilu, professor da Universidade Federal Fluminense (UFF); e Renatho Costa, professor da Universidade Federal do Pampa (Unipampa). 

O evento será transmitido por neste link ou no player abaixo:

.
Mais informações:
francirosy@gmail.com

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.