Política externa de Trump continua criando instabilidade pelo mundo

A instabilidade é tal, que Trump conseguiu o feito de unir China e Rússia, rivais históricos, contra os efeitos de sua política

  • 10
  •  
  •  
  •  
  •  

A política externa de Donald Trump tem colocado o mundo de cabeça para baixo. A situação é complexa, admite o embaixador Rubens Barbosa, para quem, hoje, “a política externa de Trump é tão importante, que aqueles que se opõem aos Estados Unidos estão divididos entre aqueles que se opõem pelo que os Estados Unidos são e outros pelo que os Estados Unidos fazem, é o caso da política externa do Trump”. A situação chegou a tal ponto que até Rússia e China, rivais históricos, se uniram contra os EUA. E o mesmo fez a Europa na defesa do livre comércio e no fortalecimento da Organização Mundial do Comércio.

A realidade, diz o embaixador, é que a política externa do governo norte-americano acentuou a instabilidade do sistema internacional, graças sobretudo às práticas do unilateralismo e do protecionismo adotados por Trump. E nada indica que o cenário vai mudar a curto prazo – tudo indica que irá continuar enquanto durar o governo Trump. EUA e China despontam hoje como os grandes rivais na área comercial, observados muito de perto por outra potência nuclear, a Rússia.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 10
  •  
  •  
  •  
  •