Parentalidade é fundamental para o desenvolvimento dos adolescentes

Os adolescentes não necessitam tanto de proximidade, e sim de mais presença e monitoramento dos pais, segundo o colunista

O médico Alexandre Faisal traz uma novidade e confirma a importância da forma como os pais se relacionam com os filhos para a saúde física e mental deles. Segundo dados da revista científica Nature Human Behaviour a habilidade na atitude parental é fundamental para o resultado do desfecho da saúde mental dos adolescentes. A pesquisa mostra uma relação entre a satisfação no relacionamento entre pais e filhos com maior bem-estar emocional, menor risco de doença mental, menor risco de transtorno alimentar, menor risco de obesidade, menor uso de maconha. De acordo com Faisal, a hipótese é que um relacionamento satisfatório afetivo e, ao mesmo tempo, firme entre pais e filhos forme uma conexão emocional entre eles.

A pesquisa atesta também que o relacionamento entre pais e filhos é mutável, ou seja, os adolescentes precisam menos de proximidade do que crianças mais novas, mas isso não significa que eles não precisem desse monitoramento. A supervisão dos pais promove uma passagem mais saudável da adolescência para a idade adulta, mostrando que a parentalidade é fundamental para o desenvolvimento dos adolescentes.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Saúde Feminina.


Saúde Feminina
A coluna Saúde Feminina, com o professor Alexandre Faisal, vai ao ar toda quinta-feira às 10h, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •