Mudanças no financiamento de imóveis buscam ajudar a população

Valor máximo de financiamento pelo FGTS aumenta a partir do início do ano que vem

  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
Conjunto de habitações públicas em Cingapura. Nesse país, mais de 80% da população vive em construções da Secretaria de Moradia e Desenvolvimento do governo – Foto: mailer_diablo via Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0

A partir de janeiro de 2019, começa a vigorar a nova medida para o financiamento de imóveis com o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). O valor máximo do imóvel, que hoje varia entre R$ 800 e R$ 950 mil, passa para R$ 1,5 milhão em todo o território nacional.

O professor Luciano Nakabashi, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP em Ribeirão Preto, explica que essa medida busca dinamizar o setor imobiliário, através do oferecimento de crédito, e que, por outras peculiaridades, ela busca o favorecimento de pessoas que não tenham imóvel ou que buscam trocar de imóvel, e não para pessoas que buscam usar os imóveis como investimento.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 2
  •  
  •  
  •  
  •