Manifestações antissemitas crescem na Europa e no Brasil

Repúdio a todas as formas de racismo é o destaque de “Ouvir Imagens”

A última pesquisa da Agência dos Direitos Fundamentais da União Europeia revela que o antissemitismo na internet, segundo 89% dos entrevistados, é um problema em seus países. A colunista Giselle Beiguelman, artista e professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, esclarece que as ocorrências vêm se multiplicando (ouça o player acima).

“Como todos nós sabemos, a internet é uma das dimensões da realidade do nosso tempo”, observa. “E as manifestações de ódio que ocorrem on-line refletem  na vida social como um todo.”

Beiguelman lembra que, na França, os ataques antissemitas, no último ano, cresceram 74% e na Alemanha, 60%. “Apesar do antissemitismo ser marcante nos grupos de extrema-direita, há inúmeros grupos de esquerda que incorporam discursos tipicamente antissemitas”, revela. “Lamentavelmente, é uma realidade que vale também para o Brasil.” A colunista comenta desde casos que têm suas raízes na ditadura a charges preconceituosas e racistas feitas a pretexto de criticar a presença dos 136 soldados socorristas israelenses em Brumadinho, entre outros. Beiguelman termina a sua coluna com uma manifestação de repúdio total ao antissemitismo e a todas as formas de racismo.

Para mais informações sobre o tema comentado, acessar: www.desvirtual.com. Ouça no link acima a íntegra da coluna Ouvir Imagens.

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.