Livro retrata a obra de um pioneiro das artes gráficas no Brasil

Pesquisadora mostra a “revolução gráfica” do ilustrador carioca Julião Machado, no final do século 19

Julião Machado foi um desenhista carioca que atuou na época de florescimento das artes gráficas no Brasil, no final do século 19. Foi ilustrador de duas das revistas mais cobiçadas pelos colecionadores: A Cigarra e A Bruxa.

A vida, a obra e o legado do desenhista são retratados pela pesquisadora Letícia Pedruzzi Fonseca em seu livro Uma Revolução Gráfica – Julião Machado e as Revistas Ilustradas do Brasil (1895-1898). Essa obra foi comentada pela professora Marisa Midori em sua coluna Bibliomania, transmitida no dia 23 de agosto de 2019 pela Rádio USP (93,7 MHz).

Ainda não impresso, o livro de Letícia está disponível gratuitamente on-line, neste endereço.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Bibliomania.


Bibliomania
A coluna Bibliomania, com a professora Marisa Midori, vai ao ar toda sexta-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •