Entenda por que superbactérias são de difícil combate

Fernando Bellísimo fala sobre as superbactérias, que se tornaram um risco para os pacientes

 30/10/2017 - Publicado há 4 anos
Por

Com o passar dos anos, algumas bactérias têm desenvolvido um mecanismo de escape que as tornam invulneráveis a antibióticos. O professor Fernando Bellíssimo, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP, comentou esse quadro.

A incidência das superbactérias é maior na UTI, mas pacientes que passaram por tratamento e estão em casa também podem ser afetados. Para Bellíssimo, o uso racional de antibióticos é fator fundamental para evitar a proliferação das bactérias. O docente criticou a forma como os medicamentos têm sido aplicados.

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.