Distante do centro, democracia brasileira apresenta-se cada vez mais polarizada

Evento a ser realizado nesta terça-feira busca retomar o protagonismo das forças do centro democrático que atuam no País

Políticos, economistas, intelectuais buscam retomar o protagonismo das forças do centro democrático que atuam no Brasil. Sobre isso fala o cientista político e professor José Alvaro Moisés nesta coluna. Ele revela que hoje (3) haverá uma reunião na PUC para discutir o assunto. “A ideia é que essas reuniões de forças, as mais amplas, que não tenham uma única definição ideológica, mas que, de alguma maneira, representem uma união democrática, retomem o protagonismo das forças do centro moderado”, e com isso mantenham distância das extremas, tanto da direita quanto da esquerda, o que também é uma forma de fugir da polarização atual.

De olho no atual momento político, que vem registrando uma acentuada queda na popularidade – e também um progressivo aumento da rejeição -do presidente Jair Bolsonaro, os participantes do encontro pretendem discutir alternativas que permitam enfrentar os principais dilemas da política brasileira, a saber: a retomada da economia, a criação de empregos e a continuidade da democracia na vida política do País.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da coluna, na qual o professor José Álvaro Moisés conversa com Simone Lemos.


Qualidade da Democracia
A coluna A Qualidade da Democracia, com o professor José Álvaro Moisés, vai ao ar toda terça-feria às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

 

 

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.