Doutor Jivago: a conturbada história da publicação de um livro

Até 1960, foram vendidos perto de 160 mil exemplares; em 1965, os direitos da obra foram negociados com o cinema

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

logo_radiousp790px
.

Foto: Wikimedia Commons
Foto: Wikimedia Commons

Antes de virar filme, o livro Doutor Jivago, de Boris Pasternak, sofreu muitas reviravoltas até ser finalmente publicado. A primeira edição veio à luz em Milão, no dia 23 de novembro de 1957. A tiragem, de 12 mil cópias, esgotou-se somente na primeira semana. Consta que Pasternak começou a escrever o livro nos anos 1910, mas o romance só tomou forma na década de 1950, num mundo sob a égide da Guerra Fria. O livro chegou a ser taxado de fazer propaganda contra o regime comunista e por isso foi proibido na União Soviética.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados