Descaso do setor público traz de volta o sarampo para a população

“Há tecnologia, há tratamento, há formas de se evitar e temos que usar esses recursos, e não deixá-los na prateleira”, afirma o colunista

  • 14
  •  
  •  
  •  
  •  

O último relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS)  mostra que, entre 2017 e 2018, tivemos um aumento dos casos de sarampo no Brasil. Para Arbix, o motivo gira em torno das prescrições de verbas, falta de vacinas e de campanhas de vacinação, ou seja, “um grande descaso do setor público em todos os níveis”, ressalta.

Em 2017, foram mais de 20 milhões de crianças que não receberam vacina de sarampo. Sem atitude preventiva com a preocupação pública, acabamos trazendo as doenças controladas de volta. “Há tecnologia, há tratamento, há formas de se evitar e temos que usar esses recursos, e não deixá-los na prateleira”, reforça Arbix.

Ouça a íntegra da coluna Observatório da Inovação no link acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 14
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados