Derrota do PT, vitória do PSDB – a leitura das urnas, segundo colunista

Cento e quarenta e cinco milhões de eleitores voltaram às urnas para redirecionar os rumos da política brasileira

 01/11/2016 - Publicado há 5 anos

logo_radiousp_790px
.

00_zero

 Foto: Agência Senado
Foto: Agência Senado

No balanço que faz das eleições ocorridas em segundo turno, no último domingo (30/10), o cientista político José Álvaro Moisés extraiu quatro principais resultados. Primeiro: a derrota do PT, o grande penalizado nas urnas, que só venceu as eleições em Rio Branco, no Acre, um partido que vê sua hegemonia chegar ao fim. Em segundo lugar, destaca a vitória do PSDB, que conquistou prefeituras importantes e vai governar cerca de 25% dos eleitores de todo o País. O número de prefeituras conquistadas pelo partido subiu de 695, em 2012, para 803 em 2016. Uma terceira lição deixada pelas urnas, na opinião do cientista político da USP, mostra que o resultado do pleito apontou para a vitória dos partidos que apoiam o governo de Michel Temer. Por último, o alto número de votos brancos e nulos – mais de 14% dos eleitores votaram em branco ou anularam seus votos – e o de abstenções – quase 22%.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.